Na semana em que se comemora o dia mundial da alimentação (16/10),  o público interessado em conhecer mais sobre as Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs) teve a oportunidade de ouvir especialistas sobre o tema.

Promovido e organizado  pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR RS), Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi RS), Emater – RS /ASCAR, Associação dos Produtores da Rede Agroecológica Metropolitana(RAMA), Departamento de Diagnóstico e Pesquisa Agropecuária (DDPA-Seapi RS) o curso de extensão “PANC – Plantas Alimentícias Não Convencionais: valorizando a sociodiversidade” ocorreu nos dias 17 e 18 na Faculdade de Agronomia da UFRGS.

O encontro aproximou especialistas, pesquisadores, gestores públicos, agricultores, estudantes e consumidores que participaram das atividades que incluíram palestras, apresentações, caminhada para identificação das plantas e degustação de pratos elaborados com as PANCs.

Na opinião da extensionista rural, da Emater – RS /ASCAR,  Mônica Moreira, que já trabalha com a PANCs e que participou das atividades, o curso trouxe novas informações. Ela é uma entusiasta do uso das PANCs, sobretudo na alimentação infantil como fonte de nutrição e segurança alimentar. Mônica gosta muito de preparar pratos com essas plantas que diversificam os cardápios além de proporcionarem uma alimentação saudável com um ótimo valor nutricional. Um grupo de 21 profissionais da área agrícola e social da Emater- RS/ASCAR, também participou do curso.

 

Os participantes também tiveram a oportunidade de saborear um lanche com alimentos elaboradas com as PANCs.

O curso é uma ação do Plano Estadual de Agroecologia, o Rio Grande Agroecológico.

A seguir,  imagens do curso de extensão. Abaixo fotos de pratos preparados por Mônica Moreira (imagens encaminhadas por ela) com as PANCs.