O Manifesto dos Chefs, lançado no E (plataforma global baseada na ciência para a transformação do sistema alimentar), no Fórum ,em junho deste ano, é escrito “por chefs, para chefs”. O Manifesto busca envolver os chefs em uma conversa global sobre alimentos, trabalhando para a realização do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 2 (SDG2) –  acabar com a fome, melhorar a segurança alimentar e nutricional e promover a agricultura sustentável .

O Manifesto é um projeto do SDG2 Advocacy Hub , voltado para o engajamento de diversos chefs de todo o mundo nos objetivos compartilhados do SDG2. O Hub vê os chefs como uma importante ponte entre a fazenda e o garfo, influenciando o que comemos e como pensamos sobre os alimentos. “Os chefs não apenas conectam produtores e consumidores, mas também desenvolvem maneiras inovadoras de trabalhar e cozinhar de forma mais sustentável”, explica Paul Newnham, o Coordenador de Hubs.

Newnham está ciente de que as discussões sobre alimentação e nutrição frequentemente “[perdem] a conversa ao redor… gosto, sabor [e] preferência cultural”. Com isso em mente, ele decidiu olhar para o papel que os chefs podem desempenhar nessa agenda global.

Leia aqui o artigo completo de Leonor Barns.

Fonte: Sustainable Food Trust