Em artigo escrito por Carolina Bueno, Lilian de Pellegrini Elias e Grazielle Cardoso na página Brasil Debate, pode-se compreender como o texto de um projeto de lei pode levar a interpretações que mascaram o seu verdadeiro intuito. A mudança de um termo por outro pode significar interesses de setores que já têm certo domínio  nos mercados e influência política.

As autoras apontam que existe “um modelo de desenvolvimento de agricultura no Brasil que privilegia o agronegócio e a exportação de commodities, que utiliza agrotóxicos, e desprestigia a agricultura familiar e a produção de alimentos saudáveis”.

Leia aqui o artigo completo.

Fonte: Brasil Debate