Sempre que encontramos histórias expressivas e significativas, temos muita vontade de compartilhar. Hoje, recebemos a indicação de um qualificado trabalho feito pela ONG Repórter Brasil intitulado ” O levante das comunidades tradicionais” e que você pode conhecer agora.

A Repórter Brasil, por meio de uma matéria especial, retrata oito comunidades tradicionais diferentes. A reportagem relata que durante muito tempo, elas se beneficiaram de certa invisibilidade e usaram estratégias silenciosas de relacionamento com o resto da sociedade para permanecerem nos locais que ocupavam. Hoje gritam a sua existência. Dar nomes aos seus modos de vida é um jeito de combater o avanço de invasores sobre suas terras e sobre suas águas.

Para sobreviver, elas dependem da nossa rica diversidade de biomas: da Caatinga ao Cerrado, das florestas de Araucárias à Amazônia, dos mares aos rios. Os territórios que ocupam são alguns dos locais mais preservados do Brasil.

Juntas, estão formando articulações para compartilharem conflitos e estabelecerem estratégias coletivas de resistência, aprendendo com as experiências dos povos indígenas e quilombolas.

Muitas vezes, a palavra tradicional é associada a práticas do passado. Mas, ao percorrer a trajetória de uma pequena amostra dessas comunidades, este especial conta uma parte muito viva da nossa história, e que segue em construção.

Clique aqui para conhecer essas histórias.

Fonte: Repórter Brasil