Em artigo, o representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) no Brasil, Alan Bojanic, lembra que o país, ao longo das últimas três décadas, consolidou políticas, leis e estratégias que fortaleceram as bases e fizeram com que a fome deixasse de ser um problema estrutural.

Para o futuro, Bojanic afirma que o Brasil precisa resolver outra questão que permeia também a garantia da segurança alimentar — as desigualdades sociais.

Leia aqui o artigo na íntegra.

Fonte: FAO BR