Programação diversa no Congresso Brasileiro de Agroecologia permitiu a troca de experiências dos participantes e visitantes em torno do tema. A doutora em educação da Universidade Rural de Pernambuco, Andrea Alice faz um balanço do evento. Confira.

A doutora em educação da Universidade Rural de Pernambuco, Andrea Alice faz um balanço do Congresso Brasileiro de Agroecologia, que reuniu no Centro de Convenções, em Brasília, mais de cinco mil participantes durante quatro dias de evento. A programação diversa do evento permitiu a troca de experiências dos participantes e visitantes em torno do tema Agroecologia. O evento, que ocorreu entre 12 e 15 de setembro contou com atividades como apresentação de trabalhos científicos, palestras, mesas redondas, rodas de conversas e feiras.

Andrea enfatiza a importância do Congresso e do estímulo a expansão do movimento agroecológico. “Tudo isso é fruto de um processo educativo como uma prática social, como um trabalho cotidiano de milhares de famílias, de técnicos, de agentes pastorais, lideranças, uma série de sujetos sociais que ao longo de 30 anos aqui no Brasil estão tentando construir uma nova forma de se relacionar com as pessoas e com a natureza”. O Congresso Brasileiro de Agroecologia 2017 foi uma realização simultânea do VI Congresso Latino-americano de Agroecologia, X Congresso Brasileiro de Agroecologia e V Seminário de Agroecologia do Distrito Federal e Entorno.

Ouça aqui, a entrevista na íntegra

Fonte: EBC