Os resultados do “Segurança alimentar e nutricional sustentável: Construindo pontes entre práticas agrícolas sustentáveis e programas de alimentação escolar” foram divulgados. Os autores dos três melhores artigos de pesquisa participarão de visitas de estudos organizadas pelo Centro de Excelência contra Fome e os artigos dos cinco primeiros colocados serão publicados na Revista de Direito Internacional.
O concurso foi uma iniciativa do Centro de Excelência em parceria com o Centro Universitário de Brasília (UniCeub). A competição tinha como principal objetivo identificar centros de pesquisa e grupos educacionais em todo o mundo com experiência no campo da alimentação e nutrição a fim de colaborar com a criação e disseminação de conhecimento, além de promover a integração entre ciência e política no campo da pesquisa em segurança alimentar e nutricional.

Vencedores

O primeiro lugar foi para Rozane Marcia Triches, doutora em Nutrição e professora da Universidade Federal de Fronteira do Sul, no estado do Paraná, Brasil. Seu artigo, “Efficiency and efficacy of public food procurement from family farmers for school feeding in south of Brazil”, demonstra que a eficiência do fornecimento de alimentos por agricultores familiares é melhor quando há participação social. Com base em entrevistas e na revisão de prestações de contas e chamadas públicas, o artigo afirma que compras públicas eficazes proporcionam renda para famílias agricultoras e comida de qualidade para estudantes.
Raymond Jatta, doutor em Economia e Coordenador de Programa no Forum for Agricultural Research in Africa, estabelecido na Gâmbia, ganhou o segundo lugar com o artigo “Community Cereal Banking in The Gambia: determinants and impacts on food and nutrition security”. Bancos de cereais comunitários são uma possível estratégia para ajudar comunidades agricultoras a se proteger de choques na produção e nos preços de produtos agrícolas, além das variações sazonais no acesso a alimentos. O estudo analisa os determinantes para a escolha dos bancos de cereais pelas comunidades como um projeto de desenvolvimento e avalia seus efeitos segurança alimentar e nutricional. Os resultados revelam que bancos de cereais reduzem substancialmente a variabilidade dos preços de alimentos ao longo das estações, além de melhorarem a segurança alimentar das famílias, no entanto, apresentam menos impacto na acumulação de riquezas locais.
O terceiro lugar foi para Renato Lagapa Base, mestre em Economia e pesquisador no Estonian Crop Research Institute, nas Filipinas. Lagapa Base apresentou o artigo “A Conceptual Paper on the Policy-Framework That Mirrors the Dynamic Link between Human Security, Social Protection and Safety Nets, and Food and Nutritional Security: The Case of the ‘Gulayan sa Paaralan Program’”. A pesquisa mostra o marco político resultante das medidas promulgadas pelo Departamento de Educação nas Filipinas referente a seu Programa Gulayan sa Paaralan. O artigo apresenta a relação entre os conceitos de segurança humana, proteção social e redes de proteção e segurança alimentar e nutricional, que integram o marco político.
O quarto lugar foi dado a Mariana Girardi, mestre em Nutrição pela Universidade Federal de Santa Catarina, pelo artigo, “Policy coherence in the implementation of the 2030 agenda for sustainable development: the Brazilian school feeding programme case study”. O quinto lugar foi conquistado por Clement Mensah, da Universidade de West Cape, África do Sul, pelo estudo “Incentivizing smallholder farmer livelihoods and constructing food security through home-grown school feeding: the case of SNV’s Grain Banks Initiative in Sissala East District, Ghana”.