A pesquisa “Sistemas Agrícolas Familiares Resilientes a Eventos Ambientais Extremos no Contexto do Semiárido Brasileiro: alternativas para enfrentamento aos processos de desertificação e mudanças climáticas”, realizada pelo Instituto Nacional do Semiárido (INSA) em parceria com a Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) apontará aspectos relevantes das características e sustentabilidade de agroecossistemas diversificados e especializados de dez territórios do Semiárido.

Cerca de 50 famílias agricultoras participam da pesquisa que analisa fatores econômicos, sociais e ecológicos das experiências, a fim de apontar a viabilidade dos diversos modos de produção, especialmente,  no período de estiagem que já se estende na região por mais de cinco anos.

Elka Macedo apresenta mais detalhes sobre a pesquisa e seus resultado na página da Articulação Semiárido Brasileiro. Acesse  http://www.asabrasil.org.br/noticias?artigo_id=9854