O Risco de que a produção agrícola alternativa, que não utiliza agrotóxicos, possivelmente também será controlada por um grupo de menos de cinco multinacionais que hoje dominam o mercado mundial de agrotóxicos e sementes transgênicas é iminente. Para o engenheiro  Victor Pelaez Alvarez, empresas como Monsanto, DuPont, Syngenta, Dow e Bayer estão investindo em herbicidas produzidos à base de insumos biológicos. Em entrevista  concedida à IHU On-Line, também publicada no Portal Ecodebate, Alvarez salienta que quando os órgãos reguladores impedirem a venda de agrotóxicos, o atual “modelo agrícola vai  substituir os agrotóxicos por produtos de base biológica; é por isso que as empresas já se preparam para essa transição e, obviamente, vão continuar atuando nessa lógica de grande escala”. “O que hoje é um modelo alternativo de pequenos agricultores que usam ativos biológicos”, destaca, “em pouco tempo, será controlado pelas grandes empresas. Esse é o risco que está colocado”.

Victor Manoel Pelaez Alvarez é graduado em Engenharia de Alimentos, mestre em Política Científica e Tecnológica pela Universidade Estadual de Campinas e doutor em Ciências Econômicas pela Université de Montpellier I. Além de professor na Universidade Federal do Paraná, é membro do Conselho Editorial do International Journal of Biotechnology e da Revista Brasileira de Inovação.

Acesse a entrevista completa em

https://www.ecodebate.com.br/2016/09/28/modelo-agricola-alternativo-corre-o-risco-de-ser-controlado-pelas-multinacionais/